Em evento realizado na capital paulista, empresa lançou as últimas vigas-guia da Linha 15 Prata, que liga Vila Prudente a São Mateus, na Zona Leste

A futura estação São Mateus da Linha 15-Prata do Metrô de São Paulo recebeu em julho o lançamento das últimas vigas-guia, espécie de trilhos de concreto. Com isso, foi concluída a implantação de toda a via do monotrilho entre Vila Prudente e São Mateus, na Zona Leste da capital paulista. A previsão é de que o trecho entre totalmente em operação no primeiro semestre de 2018, com a chegada dos trens. Participante do Consórcio Expresso Monotrilho Leste, a Construtora Queiroz Galvão Brasil é a responsável pela preparação das vias por onde passam as plataformas elevadas do monotrilho.

“O Sistema Monotrilho da linha 15-Prata é pioneiro no transporte coletivo de alta capacidade, amplamente utilizado como solução de mobilidade em grandes centros urbanos. Na Zona Leste de São Paulo, uma das regiões mais populosas da cidade, o desafio é entregar um empreendimento inovador no Brasil, com alta qualidade, conforto e uma melhora significativa do deslocamento diário de milhares de pessoas”, afirma Lucas Padilha, gerente de contrato do Consórcio Expresso Monotrilho Leste.

Quando concluído, o empreendimento será responsável pelo transporte de cerca de 300 mil usuários por dia. Além de área externa com jardim e bancos, as estações vão dispor de bicicletário e ciclovia. As duas primeiras, Vila Prudente e Oratório, estão em operação desde 2014 e já atendem 18 mil pessoas diariamente.

As vigas-guias lançadas fazem parte do “track switch”, estrutura de movimentação dos trilhos que permite ao trem mudar de uma via para outra. Essa é uma das características do Sistema Monotrilho. O trecho entre Vila Prudente e São Mateus tem 868 vigas-guia em sua extensão, que é de 13 quilômetros. Outras 256 unidades compõem o pátio Oratório, totalizando 1.124 vigas-guia presentes em todo o empreendimento. Cada uma tem aproximadamente 30 metros de comprimento, 70 centímetros de largura e pesa 70 toneladas.

Hoje, a Linha 15-Prata do Metrô conta com 2.000 funcionários. Das 10 estações do trecho prioritário da obra, entre Vila Prudente e São Mateus, oito estão em fase de construção simultânea. Vinte e sete trens circularão em toda a linha quando o empreendimento for concluído.

200-125   300-075   210-260   210-060   300-115   100-105   300-101   400-101   300-320   300-070   300-206   200-310   300-135   300-208   810-403   400-050   640-916   642-997   300-209   400-201   200-355   352-001  

CANAL DENÚNCIA 0800 721 1410