Depoimento de Colaboradores

COMPLIANCE

Um novo jeito de ser e de fazer


Nós fazemos o certo e juntos vamos mais longe. Com esse slogan, a Construtora Queiroz Galvão tem difundido para seus funcionários a nova política de compliance, que começou a ser desenvolvida a partir de 2013. Após um programa de divulgação intensivo sobre o novo jeito de ser e fazer da Construtora com palestras, ví­deos e treinamentos, já é perceptí­vel o impacto da nova cultura na empresa e como ela tem se refletido nas diversasas áreas.

Confira abaixo os depoimentos de alguns colaboradores:

Marcello José de Fonseca Borges
Gerente de TI

O programa de compliance permitiu mais transparência aos processos. Estamos dizendo: somos grandes, fortes, temos qualidade e trabalhamos corretamente. O princípio do fazer o certo tem sido a tônica até nas pequenas coisas na Construtora. Estamos transmitindo isso também aos nossos amigos e à nossa família. Não contratamos mais fornecedores somente pelo preço, mas pela aderência à política da empresa. Temos agora um termo de conduta que passa aos cuidados da área de compliance. Eles avaliam inúmeros fatores externos que não tínhamos condições de avaliar. Até a política para eventos mudou. Agora, só vamos a eventos de empresas caso não exista nenhum processo de negociação conosco. Se houver qualquer conflito de interesse, não comparecemos. A Construtora não se vale de amizades e atalhos para facilitar processos. Por mais que o caminho normal seja penoso, a orientação é que esse caminho precisa ser seguido.

Cleziana Silva de Melo
Técnica de Segurança do Trabalho – Deodoro

Desde que a campanha de compliance foi lançada, há dois anos, na Construtora, os funcionários tornaram-se vigias das práticas corretas. Ficam atentos a tudo, até nas coisas mais corriqueiras do dia a dia de qualquer brasileiro. Chamam atenção quando alguém fura fila ou dão algum apelido de mau gosto ao colega. As relações interpessoais mudaram e para melhor. O canal de denúncia, disponibilizado pela empresa 24 horas por dia, também é muito importante, pois igualou todo mundo. Os colaboradores passaram a se policiar antes de fazer algo que desrespeite alguém e que infrinja alguma regra. Passaram a procurar fazer as coisas do jeito certo. E o mais importante é que esse comportamento está ultrapassando os muros da Construtora. Muitos chegam ao trabalho, contando que cederam lugar para algum idoso no ônibus lotado ou que repassaram aos filhos os valores que aprenderam no treinamento de compliance oferecido pela empresa. Os colaboradores estão realmente agindo de uma forma diferente, mais responsável.

Alessandra Rosa
Secretária

O Programa de Compliance e o Código de Ética tem nos proporcionando mais confiança para atuarmos no trabalho. Depois de tantos treinamentos, presenciais e onlines, sabemos claramente o que podemos ou não fazer. O que é correto e o que é errado. Não tem mais desculpa. Como secretária da área de licitações, é frequente a oferta de algum brinde ou de alguma regalia quando tenho que fazer alguma reserva ou adquirir alguma coisa para a empresa. Já me ofereceram, por exemplo, para me hospedar em uma noite num hotel e assim poder checar a qualidade antes de fazer a reserva para o executivo. Não podemos aceitar esse tipo de coisa. Esse e qualquer outro tipo de regalia é inaceitável na Construtora Queiroz Galvão hoje.

Luciana Rolim
Analista de RH

Há dois anos estamos trabalhando basicamente em dois pilares: construção e transformação. Construção do programa de compliance e transformação da cultura do jeito de ser e de fazer. O movimento de fortalecimento do compliance pela Construtora está nos proporcionando uma segurança muito grande no relacionamento com fornecedores, clientes, agentes públicos e stakeholders em geral. Os colaboradores estão se sentindo mais confortáveis e mais seguros para atuar, pois sabem claramente o que podem e o que não podem fazer. Está claro, por exemplo, que se estiverem num processo de negociação, não podem aceitar brindes, sair para almoçar ou frequentar happy hour com o fornecedor ou cliente que estiver na outra ponta. Estamos tratando do assunto dentro da empresa o tempo todo, em reuniões, treinamentos, comunicados online, cartazes. Nosso objetivo é fazer com que os valores e conceitos propagados, desde 2014, na campanha de compliance da Construtora ultrapassem os muros da empresa. Nosso grande desafio é transformar não só nosso jeito de ser, mas de toda uma sociedade.

Paulo Sérgio Rodrigues
Lí­der de Pintura – Deodoro

O programa de compliance foi bom para todos os colaboradores, passamos a aprender muito, principalmente sobre ética. Meu dia a dia melhorou muito, minha relação com os colegas e a maneira como trabalho. Agora, podemos chegar na chefia e perguntar o que quiser. Recebemos atenção dobrada e respostas mais detalhadas. Está tudo muito transparente. Esse programa serviu não só para aumentar a qualidade do serviço, mas para a gente se sentir mais valorizado e ter confiança na nova gestão. Me sinto ainda mais à vontade para vestir a camisa da Queiroz. Hoje trabalho mais feliz.

Luciana Zorzanelo
Engenheira

Depois de passar por vários treinamentos de compliance na Construtora, sei o que a empresa quer ser e onde quer chegar. Antes da campanha começar, acontecia de, às vezes, nos questionarmos sobre algumas situações: será que é isso mesmo que a empresa quer? Será que é dessa forma que a empresa quer que seja feito?

Hoje sabemos exatamente o que a construtora prega e o que recrimina. Então não dá mais para usar a velha desculpa de dizer que não sabia. E se alguém perceber algo de errado, basta recorrer ao canal de denúncia e certamente será tomada alguma providência. Me sinto bem mais segura e confiante de trabalhar numa empresa mais responsável.

Renato Pereira da Silva
Encarregado geral de campo – Transposição do Rio São Francisco

O programa de compliance teve um impacto muito grande na nossa rotina, mas veio para somar, para fazer a diferença. Melhorou bastante a comunicação entre os colaboradores e o conví­vio nas obras. A prática dos apelidos maliciosos foi banida e os colegas passaram a se tratar com mais respeito e ter mais responsabilidade. Passei por quatro treinamentos de compliance nos últimos dois anos e estou levando o que aprendo a cultura do respeito, a cultura de não querer levar vantagem em tudo até para a educação dos meus filhos em casa. É uma questão de postura com a vida, de cidadania. Nunca tinha recebido um treinamento como esse em nenhum lugar que trabalhei antes. Valeu muito!

Francisco Erivan da Silva
Encarregado de controle e manutenção de equipamentos – Deodoro

O novo programa de compliance, criado há cerca de dois anos, mudou a convivência na empresa, porque passou a permitir mais o diálogo entre as pessoas. Agora, a gente conversa mais, se entende mais em benefí­cio da Construtora. Se a gente não remar o barco na mesma direção e ao mesmo tempo, ele afunda. A atual gestão da empresa é mais acessível, nos dá liberdade para tirar qualquer dúvida. Hoje temos um canal aberto na Construtora. A mudança não é de um dia para o outro, porque mudar a mentalidade leva tempo. Mas estamos vendo que essa mudança está vindo de cima. Tenho orgulho disso.

Maria Clara Barros
Coordenadora de projetos do Metrô linha 6

Comecei a trabalhar na Construtora Queiroz Galvão há dois anos e a construtora que eu conheço é a do compliance. Desde que cheguei, a divulgação das boas práticas e os treinamentos são constantes. A empresa tem sido muito transparente e hoje está muito bem definida a conduta que se espera dos funcionários. Todos tiveram que confirmar, no portal do compliance, se foram corretamente orientados sobre as novas regras e o código de ética. Com a campanha, a empresa está contribuindo muito para que a ética entre na vida das pessoas. Espera-se que os colaboradores mudem sua postura em todas as instâncias: na hora de comprar algo, no trânsito, nas relações pessoais. A empresa quer formar cidadãos melhores para um Brasil mais eficiente. E isso é inspirador para mim como funcionária. Apesar do contexto e das dificuldades externas, sei exatamente o que a empresa está buscando e acredito que vai conseguir se tornar uma Queiroz Galvão cada vez melhor.

Carlos Panitz
Superintendente de Novos Negócios

O novo programa de compliance fortificou muito os conceitos de ética e de mudança de cultura dentro da organização. Hoje evitamos algumas situações para não sermos mal interpretados. Procuramos evitar qualquer situação, por mais banal que seja, que levante alguma ilusão ou suspeita infundada. No passado, era comum mantermos relações sociais com concorrentes e agentes públicos. Costumávamos frequentar aniversário de filho e almoços de família daqueles que tínhamos laços mais estreitos. Hoje, evitamos esse tipo de contato. E quando vamos almoçar ou se reunir com alguém para questões profissionais, avisamos a diretoria de compliance sobre o encontro e o assunto que será tratado. Também sempre levamos alguém da empresa junto. Nenhum executivo comparece sozinho a encontros profissionais. Dessa forma, nos preservamos. Me sinto na obrigação de propagar o novo compliance e o código de ética da Construtora não só para os que trabalham comigo como para a sociedade em geral, familiares e amigos. É um trabalho diário. Não passo um dia sequer sem falar nisso. Nunca vi um programa de compliance tão amplo como esse em nenhum outro lugar onde já trabalhei. É uma atitude fundamental nesse momento tão desafiador não só do setor como de todo o país.

Renato Sadok
Gerente da área de gestão da informação

A empresa está mais transparente e todo mundo está integrado, ciente do que precisamos melhorar e para onde queremos ir. Ninguém mais olha apenas para o próprio umbigo. Hoje, ninguém faz a liberação de um pagamento sem que haja um planejamento. Os colaboradores estão mais responsáveis. Temos hoje na Construtora uma gestão moderna e eficiente que está pronta para sustentar a nova fase de crescimento da Queiroz Galvão.

João Miguel Drummond
Diretor de Relações Institucionais

A Construtora Queiroz Galvão está passando por uma transformação muito forte desde 2013. De lá para cá está ocorrendo uma grande mudança de cultura. O fortalecimento do programa de compliance está sendo fundamental para meu trabalho. Com a criação das diretrizes do compliance, me sinto mais amparado e seguro para ser proativo no meu segmento de atuação. Pois as regras são claras: nas reuniões de trabalho, com quem quer que seja, devem ter dois representantes da Construtora. Estamos constantemente visitando clientes e agentes públicos para apresentar nossas novas regras e a forma como estamos trabalhando. Essa conduta, de tolerância zero já está fazendo com que a empresa comece a ser vista de uma forma diferente pelo mercado. Algumas pessoas se assustam, pois estão acostumadas com um modelo que, infelizmente, é comum na cultura brasileira. Mas a maioria se surpreende positivamente. E é isso que buscamos.

Joana D´arc Barros
Auxiliar administrativa 

Participei de dois treinamentos de compliance e o que presenciei só reforçou a ética e os valores com os quais eu já considero na minha vida. O programa foi implantado de forma muito transparente e didática para todos os níveis de colaboradores da empresa e deixou muito evidente o que é certo e o que é errado na rotina do nosso trabalho e do nosso segmento de atuação. Sentimos que agora temos respaldo para recriminar o que está errado e a criação do canal de denúncia é importantíssima nesse processo. As pessoas estão mais responsáveis porque sabem que há consequências, caso não escolham o caminho correto. E trabalhar numa empresa que zela pela ética e pela sustentabilidade do negócio faz toda a diferença.

200-125   300-075   210-260   210-060   300-115   100-105   300-101   400-101   300-320   300-070   300-206   200-310   300-135   300-208   810-403   400-050   640-916   642-997   300-209   400-201   200-355   352-001  

CANAL DENÚNCIA 0800 721 1410